Saudita condenado a 10 anos de cadeia por se declarar ateu

O Rei Abdullah equiparou a promoção do ateísmo ao terrorismo, numa lei de 2014. Foto: (EPA/Jose Huesca)

Um homem de 28 anos foi condenado a 10 anos de cadeia e a 2.000 chicotadas por negar a existência de Deus e ridicularizar a religião em comentários na internet.

O jornal saudita “Al-Watan” indica que o homem, cujo nome não é referido, não só não negou as suas actividades como se recusou a mostrar qualquer arrependimento, tendo sido ainda multado num valor de cerca de 5.000 euros.

As autoridades terão encontrado centenas de tweets a negar a existência de Deus, a ridicularizar versículos do Alcorão e a dizer que as religiões em geral conduzem à violência. Na sua defesa o acusado não só não mostrou arrependimento como confirmou as suas opiniões e disse ter o direito de as expressar, segundo o jornal britânico “The Independent”

Ao abrigo da lei saudita, porém, esse direito não existe. O ateísmo é, até, equiparado a terrorismo, ao abrigo de uma lei de 2014, que criminaliza “encorajar o pensamento ateísta de qualquer forma, ou questionar os fundamentos da religião islâmica sob a qual o país está sustentado”.

RR

Anúncios

About Fundacao AIS

Organização internacional católica, dependente da Santa Sé, cuja missão é ajudar os cristãos perseguidos por causa da sua fé. Procura estar atenta às várias situações de necessidade destes cristãos, particularmente a falta de liberdade religiosa. Para isso, publica periodicamente um Observatório sobre a Liberdade Religiosa no Mundo www.fundacao-ais.pt/

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: