Cardeal defende direitos dos muçulmanos

O cardeal norte-americano Theodore McCarrick enfatizou o valor da liberdade religiosa para todas as confissões religiosas, defendendo em particular os direitos dos muçulmanos.

O arcebispo emérito de Washington testemunhou esta semana, em nome da Conferência de Bispos Católicos dos EUA, no Comitê Judicial do Senado sobre a Constituição, Direitos Civis e Direitos Humanos, instância que discutia o tema da defesa dos direitos civis dos muçulmanos norte-americanos.

“A liberdade religiosa é um fundamento essencial de nossa convivência na nação e no mundo”, disse. Segundo o cardeal, a liberdade “é destruída pelos ataques às pessoas em alguns países por causa da religião e de sua horrível utilização para incitar ao ódio ou inclusive justificar a violência”.

“Não se pode permitir que uma preocupação justificada pela segurança e o fato de perseguir de maneira apropriada os que desvirtuam a religião para atacar os demais converta-se em uma nova forma de discriminação e de intolerância religiosa”, afirmou.

Reciprocidade

“Por isso, não deixemos de lado nossos irmãos e irmãs muçulmanos na defesa de sua dignidade e de seus direitos e, ao mesmo tempo, esperamos reciprocidade e solidariedade conosco, quando os direitos dos cristãos ou de outros grupos forem violados no mundo.”

Para o cardeal McCarrick, “é essencial sublinhar que a liberdade religiosa começa com o direito de culto em virtude da própria consciência, mas não termina aí”.

“A liberdade religiosa inclui outras atividades fundamentais que expressam nossa fé, entre as quais a liberdade de consciência para oferecer assistência de saúde e outros serviços, o direito a instituir e manter escolas que reflitam autenticamente nossos valores e o direito a participar e oferecer nossa contribuição nos assuntos públicos e comunitários”.

A partir dessa perspectiva, “atos de discriminação contra os católicos e nossas convicções são manifestados com frequência de maneira sumamente pública”.

“Estamos firmemente comprometidos na defesa da liberdade religiosa de todos – não só dos católicos –, porque nosso compromisso se baseia em nossa preocupação com a dignidade de cada pessoa humana”, afirmou.

fonte: ZENIT.org

Anúncios

About Fundacao AIS

Organização internacional católica, dependente da Santa Sé, cuja missão é ajudar os cristãos perseguidos por causa da sua fé. Procura estar atenta às várias situações de necessidade destes cristãos, particularmente a falta de liberdade religiosa. Para isso, publica periodicamente um Observatório sobre a Liberdade Religiosa no Mundo www.fundacao-ais.pt/

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: