Intolerância contra os cristãos

Foi apresentado recentemente em Viena o relatório sobre a intolerância e as discriminações contra os cristãos na Europa. Um documento que põe em realce o crescimento do fenómeno da intolerância em relação aos cristãos do Velho continente.

Sobre este dado preocupante detém-se o director geral da Rádio Vaticano Padre Federico Lombardi no seu editorial para Octava Dies do semanário informativo do Centro Televisivo Vaticano. “O relatório do Observatório sobre a intolerância e as discriminações contra os cristãos na Europa é um documento que merece atenção. Justamente- por causa de atentados horríveis – fala-se sobretudo das violências e das discriminações contra os cristãos em vários países do Médio Oriente, mas os cristãos encontram crescentes dificuldades também noutras situações geográficas e culturais.

Na cimeira da Organização para a cooperação e o desenvolvimento da Europa em Astana, há poucos dias, o cardeal Secretario de Estado Bertone, afirmava com decisão que a comunidade internacional deve combater a intolerância e a discriminação contra os cristãos com a mesma determinação com a qual luta contra o ódio em relação a outras comunidades religiosas e descrevia uma ampla gama de formas de intolerância em áreas diferentes.

Por outro lado, também o Papa, no já famoso discurso em Westminter Hall, em Londres manifestava a sua preocupação perante a crescente marginalização da religião, em particular do cristianismo …. Também em nações que atribuem á tolerância um grande valor. A importância do novo relatório está precisamente em dar uma longa e circunstanciada serie de exemplos de intolerância em relação aos cristãos na Europa: actos de vandalismo, de ódio, para com igrejas e símbolos religiosos, manifestações de ódio e ofensas ás pessoas. É uma base sobre a qual avaliar as dimensões e a natureza do fenómeno. Uma oferta importante para a reflexão e o empenho, não só de quem milita na defesa do cristianismo e dos seus valores, ma também de todas as pessoas honestas realmente desejosas de tutelar os valores de tolerância e de liberdade de expressão e de religião.

Porque como observava com fineza e profundidade o Papa em Westminter Hall: a religião não é um problema para resolver, mas um factor que contribui de maneira vital para o debate publico. Os ingleses escutaram com atenção e respeito. Esperamos que o façam todos.”

(Fonte: site Rádio Vaticano)

Anúncios

About Fundacao AIS

Organização internacional católica, dependente da Santa Sé, cuja missão é ajudar os cristãos perseguidos por causa da sua fé. Procura estar atenta às várias situações de necessidade destes cristãos, particularmente a falta de liberdade religiosa. Para isso, publica periodicamente um Observatório sobre a Liberdade Religiosa no Mundo www.fundacao-ais.pt/

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: