Os cristãos de Orissa: “Obama condene as discriminações e recorde a liberdade religiosa”

Os cristãos de Orissa pedem ao presidente dos EUA, Barak Obama, que estará na Índia de 6 a 8 de novembro, que em seus encontros com os altos expoentes do Estado, condene abertamente a intolerância religiosa, as violências de grupos extremistas hindus e as discriminações ainda sofridas pelos dalits (intocáveis indianos).

A visita de Obama à India “representa uma oportunidade para reafirmar que o Estado deve deter o fanatismo dos grupos radicais hindus e que a Índia deve seguir os princípios de harmonia e tolerância, respeitando os direitos estabelecidos pela Constituição” – diz, em declaração à Agência Fides, Dom Raphael Cheenath, Arcebispo de Cuttack-Bhubaneswar, no estado de Orissa.

Justamente em Orissa, nestes dias, a atenção pública está concentrada no processo contra os autores dos massacres que atingiram as comunidades cristãs em 2008. “Os cristãos da Índia desejam que o presidente Obama fale da intolerância religiosa e dos ataques perpetrados por fundamentalistas hindus contra os cristãos e outras minorias religiosas em Orissa e em outros estados” – nota o Arcebispo. “Se o fanatismo persistir, milhares de fiéis cristãos vão sofrer ainda. Todo cidadão indiano deve ter a liberdade de escolher e professar a própria fé. Os grupos radicais hindus não devem poder impor a sua ideologia e causar desordens sociais” – afirma Dom Cheenath. Por isso, os cristãos pedem que o Presidente Obama defenda o supremo valor da liberdade religiosa nos encontros com o Primeiro Ministro Manmohon Singh, com o Presidente Patil e no discurso que fará diante do Parlamento indiano.

Outra questão delicada a ser destacada às autoridades e ao país, segundo o Arcebispo, é “a condição da marginalização dos dalits (os ‘sem-casta’) e dos tribais indianos”, que constituem cerca de 25% da população total. Além disso, “existem privilégios concedidos aos dalits hindus e não aos cristãos e muçulmanos, em violação dos direitos constitucionais” – recorda o Arcebispo. Grupos cristãos e associações auspiciam um pronunciamento de Obama para combater o sistema das discriminações de casta, formalmente abolido, mas ainda vigente na praxe social: em uma carta aberta a Obama (veja Fides 15/10/2010), a All India Christian Council (AICC) pediu ao Presidente dos EUA – que em sua viagem irá também ao monumento ao mahatma Gandhi – que inclua uma etapa para homenagear Bhimrao Ramji Ambedkar (1891-1956), jurista indiano co-redator da Constituição indiana e definido “herói dos intocáveis”. Enfim, os cristãos pedem a Obama que assinale que “nestes tempos de boom econômico do país, são necessárias medidas adequadas em favor da justiça social, para que amplas faixas de pobres não sejam excluídas do crescimento e do desenvolvimento do país”.
(PA) (Agência Fides 5/11/2010)

Anúncios

About Fundacao AIS

Organização internacional católica, dependente da Santa Sé, cuja missão é ajudar os cristãos perseguidos por causa da sua fé. Procura estar atenta às várias situações de necessidade destes cristãos, particularmente a falta de liberdade religiosa. Para isso, publica periodicamente um Observatório sobre a Liberdade Religiosa no Mundo www.fundacao-ais.pt/

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: