Cristãos são alvo de atentados na Indonésia

Lista das igrejas atacadas nos últimos meses

Durante o ano de 2009 até hoje, várias igrejas cristãs foram atacadas na Indonésia.

Theophilus Bela, presidente do Fórum de Comunicação Cristã de Jacarta (Indonésia) e secretário-geral da Comissão de Religiões pela Paz da Indonésia, remeteu a Zenit uma lista, não exaustiva, das igrejas cristãs atacadas durante o ano de 2009 até maio de 2010.

A igreja paroquial católica de Santa Maria em Purwakarta, foi ordenada pela autoridade local a deter a construção em outubro de 2009. A paróquia tinha licença de construção e já havia começado as obras. Então, um grupo de muçulmanos se manifestou contra a autoridade local e pediu a detenção da obra. Por temor, a autoridade local revogou a licença. O bispo de Bandung organizou uma equipe de advogados para levar o caso ao Tribunal Administrativo Estatal de Bandung e ganhou o caso.

Na paróquia católica de São João Batista, em Parung, Bogor, foi proibida a celebração da Páscoa em 2008. No último Natal, os fiéis foram obrigados a celebrar a data em um prédio próximo a de órgãos governamentais. A igreja foi também molestada durante a última Páscoa e novamente não foi permitido que as paróquias celebrassem a missa de Ascensão em sua igreja. A paróquia tem mais de três mil fieis. Já faz muito tempo que foi solicitada a licença de construção de seu próprio edifício. Em 2005, as autoridades locais se negaram a dar permissão.

A paróquia católica de São Alberto em Taman, Harapan Indah, Bekasi, foi atacada em 17 de dezembro de 2009 por muçulmanos que carregavam gasolina, mas a polícia chegou a tempo para evitar que incendiassem a Igreja.

Diversas igrejas da Igreja Cristã Protestante Batak foram atacadas. A permissão para construção de seu próprio edifício em Pesanggrahan, Depok, perto da capital, foi revogada em março de 2009 pelo prefeiro. A Igreja levou o caso ao Tribunal Administrativo Estatal de Bandung e a igreja ganhou o caso. O prefeito Depok é do partido islâmico Justiça e Propriedade.

A igreja “Galileia”, da Igreja Protestante da Indonésia Ocidental, em Taman Galaxi, Bekasi, foi atacada por organizações radicais muçulmanas em 15 de fevereiro de 2010. O grupo também fechou a igreja e colocou suas bandeiras no alto do edifício. As obras da igreja não terminaram.

A igreja da confissão City Blessing Church, em Karawaci, Tangerang, Banten, Java ocidental, recebeu ameaças de um grupo muçulmano em 10 de janeiro de 2010. A igreja da Igreja Pentecostal da Indonésia, em Sibuhun, Tapunuli Selatan, Sumatra do Norte, foi incendiada por fanáticos muçulmanos no mesmo dia.

Theophilus Bela conclui pedindo orações pelos cristãos da Indonésia e afirmou: “Devo admitir que a lista não está completa porque recebi informações de Bandung, Java ocidental, de que havia outras igrejas que tinham problemas na região. Recentemente apareceram outras igrejas com notícias alarmantes do Conselho Nacional de Igrejas de que havia cerca de dez igrejas cristãs em Mojokerto, Java central, que tiveram dificuldades com as autoridades locais”.

Por Nieves San Martín, Jacarta, segunda-feira, 31 de maio de 2010 (ZENIT.org)

Anúncios

About Fundacao AIS

Organização internacional católica, dependente da Santa Sé, cuja missão é ajudar os cristãos perseguidos por causa da sua fé. Procura estar atenta às várias situações de necessidade destes cristãos, particularmente a falta de liberdade religiosa. Para isso, publica periodicamente um Observatório sobre a Liberdade Religiosa no Mundo www.fundacao-ais.pt/

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: