Violência contra os cristãos aumentou em 2009

A Fundação Ajuda à Igreja que Sofre (AIS) divulgou um aumento da violência e da intolerância contra os cristãos no ano passado. Os dados são revelados no Observatório 2009 da Liberdade Religiosa no Mundo.

De acordo com a organização católica internacional, entre 75 a 85% das perseguições religiosas em todo o mundo dizem respeito aos cristãos. Actualmente diminuíram as medidas opressivas contra os cristãos com base em ideologias ateias, mas há novas ideologias que permitem a liberdade religiosa apenas dentro de uma única religião – como em países muçulmanos e na Índia, onde, em alguns Estados, grupos radicais hindus conseguiram promulgar leis “anticonversão”.

A Ásia é o continente onde se verificou um agravamento da situação dos cristãos que são perseguidos e ameaçados. Segundo o documento publicado pela Fundação AIS, dos 13 países referidos no Observatório 2009, mais de metade são asiáticos (Arábia Saudita, Butão, China, Índia, Iraque, Paquistão e Vietname), seguindo-se quatro países africanos (Argélia, Egipto, Eritreia e Somália). Completam a lista Bolívia e Venezuela, da América do Sul.

“A Fundação AIS publica de dois em dois anos o relatório sobre a liberdade religiosa no mundo onde é feita uma análise exaustiva de todos os países do mundo. No intervalo desta publicação, divulgamos uma lista de países onde houve uma alteração significativa da liberdade religiosa. Este ano foram escolhidos 13 países onde se verificou um claro agravamento da situação, com o aumento da perseguição, da violência, da intolerância contra cristãos e apatia das respectivas autoridades”, explica a presidente do conselho de administração da Fundação AIS, Catarina Martins de Bettencourt.

O objectivo é divulgar a situação real dos cristãos. “Este relatório prende-se com a nossa missão de divulgar e dar a conhecer a situação da Igreja no mundo. Como podemos ajudar se não conhecermos a realidade de cada país? Para podermos apoiar determinada Igreja precisamos de saber exactamente a realidade do dia-a-dia, o modo como a população expressa a sua fé ou como lhe é permitido expressar. Ao termos este conhecimento nas nossas mãos, temos por obrigação divulgá-lo de modo a dar a conhecer ao mundo a situação e, caso seja necessário, tentar influenciar a opinião e a postura da sociedade civil e classe política”, destaca.

Anúncios

About Fundacao AIS

Organização internacional católica, dependente da Santa Sé, cuja missão é ajudar os cristãos perseguidos por causa da sua fé. Procura estar atenta às várias situações de necessidade destes cristãos, particularmente a falta de liberdade religiosa. Para isso, publica periodicamente um Observatório sobre a Liberdade Religiosa no Mundo www.fundacao-ais.pt/

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: